Pular para o conteúdo principal

BRASIL DE HOJE

Os brasileiros estão mudando de atitudes ou é apenas aparência?
Nos últimos dias estamos assistindo a uma demonstração pública de insatisfação por todos os rincões desse grande Brasil.
Insatisfeitos com o quê?
Eis a grande questão. 
A mim parece uma insatisfação generalizada onde o foco principal é exatamente a possibilidade de portar-se  de forma diferente da apatia que permeava costumeiramente.
O brasileiro mudou? E se mudou, mudou por quê?
Haverá algo mais substancial além das demonstrações públicas de insatisfação? Será insatisfação apenas aos vinte centavos cobrados a mais nas passagens de ônibus? 
Nas ruas, misturam-se brasileiros de todos os matizes: estudantes, desempregados, drogados, políticos, apolíticos, jovens, velhos e até crianças, o que é muito bom.
Retirando os excessos dos quais se verificam depredações do patrimônio público, causados na grande maioria das vezes por arruaceiros, verifica-se que uma parte da sociedade, da qual não se esperava qualquer demonstração de estupidez nas ruas, age da mesma forma que os arruaceiros profissionais. Qual será o seu verdadeiro motivo? Teriam eles necessidade material para demonstrar esse lado até pouco tempo desconhecido? 
Há algo esperando ser estudado mais profundamente! O que será?
Esperamos, reles mortais, que não participam ativamente das manifestações conhecer melhor a fonte que alimentou ao público manifestante obter a "coragem", não se sabe onde, para externar, me parece, um sentimento represado que já há muito angustiava o brasileiro: o de não participar efetivamente das decisões políticas.
Obrigado a votar o fez com sentimento de frustração desde o momento em que não pode participar da escolha daqueles que poderiam concorrer ao pleito eleitoral. O pacote já vem pronto e isso não lhe fazia bem.
O Brasil está doente. Doente de Câncer. E uma das características da doença é estourar algum órgão e estraçalhá-lo em dores  escruciantes.
Estamos em fase de supurar e externar o pus que nos contaminou durante muito tempo, principalmente nos últimos vinte anos. Isso mesmo, últimos vinte anos! PT e PSDB são vírus e bactérias com o mesmo potencial ofensivo. Esses dois, associados ao PMDB e aos menores que que os cercam, vampirizam covarde e intencional essa bela Nação que viu seus filhos dormirem em berço esplendido de falsa alegria até poucos dias atrás.
O gigante vai mesmo acordar?
Acordando, lembremos das feridas que já estão expostas e das que estão por arrebentar. Uma delas é a da dependência de bolsas. As outras, estão na nossa cara e teimamos em não querer ver: LULA, ZÉ DIRCEU, SARNEY, GENOÍNO, JOÃO PAULO CUNHA, MENSALÃO, INFLAÇÃO, CORRUPÇÃO, INSEGURANÇA, INCOMPETÊNCIA DOS ÓRGÃOS PÚBLICOS, (IN)JUSTIÇA PARA COM OS JUSTOS, IMPRENSA COMPRADA, PRÉ-SAL SEM SAL E SEM PETRÓLEO, MÉDICOS CUBANOS, FERNANDO HENRIQUE E A MACONHA, PASTORES DE NEGÓCIOS LUCRATIVOS, UNIVERSITÁRIOS ANALFABETOS INSTITUCIONAIS, QUANTIDADE DE DEPUTADOS E SENADORES, SALÁRIOS INJUSTOS (Motorista do Senado ganhando R$ 24 mil - Sargento especialista da Aeronautica com dois anos de curso ganhando R$ 1.700 reais - professores R$ 900,00 reais), MAIORIDADE PENAL, CÓDIGOS DE PROCESSO DO RETROCESSO, ROSEMARY NORONHA, RONALDO FENÔMENO DO ANALFABETISMO E PELÉ REI DAS PIADAS SEM GRAÇA, NOVELAS TENDENCIOSAS, BBBs e FAZENDAS, enfim, já cansei e você, embora saiba do que estou falando, finge não te atingir.
E para encerrar, gostaria de perguntar bem alto:
- Alguém viu o LULA? O Chico Buarque? Os artistas?
Não?
Esqueça-os.

Comentários

Acho que o brasileiro cansou de ser um "NÃO SEI" agora esta querendo saber.
Muito obrigado pelo comentário, Osvaldo.

Postagens mais visitadas deste blog

Academia Maranhense de Letras - sucursal Barra do Corda

Enquanto Barueri alcança o ápice dos municípios brasileiros com melhores condições de vida, com muita tristeza relatamos um fato que causa vergonha, porque não dizer, indignação, pois se trata da condição em que se encontra atualmente uma escola municipal no Povoado Olho D´Água dos Crispianos, em Barra do Corda, Estado do Maranhão. Falamos apenas da condição física do prédio, imagine as condições pedagógicas!   A localidade fica distante cerca de 15 km da sede do município. O colégio funciona dentro de uma pastagem e as aulas são ministradas ao lado de animais que vão fazer sua refeição no local. Suspeita-se que o município de Barra do Corda receba recursos do Ministério da Educação. O prefeito Manoel Mariano de Sousa, o Nenzim (PV), é acusado pela Polícia Federal de desviar R$ 50 milhões dos cofres da cidade.   Com certeza a prefeitura não gastaria muita coisa para dar dignidade ao professor e aos alunos que talvez freqüente esse lugar. Se o fazem, são verdadeiros heróis.   A ind…

Cracolândia, pode?

Cracolandia! Você já ouviu falar nessa palavra, que em princípio pode até soar bem no ouvido de alguns que colocam o nome de seus filhos como Maurilândia, Orlândia? Já ouviu falar em algum nome assim? Eu ouvi. Afinal, sou nordestino!
   Pois é, esse maldito nome vem da junção de “crack” , que não é o caso do atleta acima do normal, não, é a droga mesmo, aquela produzida com a mistura da pior parte da cocaína com bicarbonato de sódio e do sufixo “landia”, que quer dizer cidade, portanto, o significado será “cidade do crack”. Tem coisa pior do que isso? Pois bem esse lugar existe e fica aqui no centro da bela cidade que encanta e desencanta a todos nós: SAMPA. Sabe onde fica Sampa? Caetano Veloso sabe! Pergunte a ele. No cruzamento da São João com a Ipiranga é só seguir o rumo que quiser que você verá a cena mais horripilante que se pode imaginar. Nem Virgílio levaria Dante a lugar de tamanho horror. Acredito que as drogas produzidas na Velha Bota de 1300 d. c. não produziriam taman…

RUA JOSÉ PAULINO

A rua José Paulino na cidade de São Paulo é um centro comercial e também um consultório terapêutico a céu aberto.    A mulherada quando se encontra deprimida, angustiada, com problema no trabalho, no lar, com o marido, filhos, gordura, na aparência, encontra na rua Zé Paulino uma terapia com efeitos imediatos.    Entre as estações Júlio Prestes e Luz, a rua José Paulino, no bairro do Bom Retiro, mais conhecida como “Zé Paulino” é um paraíso para mulheres.    Um sobe e desce de mulheres de todos os tipos: bonitas, feias, altas, gordas, anoréxicas, asiáticas, negras, brancas, índias (bolivianas), enfim, todas elas se encontram por lá.     Mas não seria um desencontro?     No interior das lojas, uma toma da outra a roupa que afirma ter visto primeiro; outra fala que a peça que a fulana segura na mão já havia sido separada pra ela; outra ainda mais aponta defeito em peças da amiga e quando esta larga a peça, sonho de consumo das duas, aquela segura firme a vestimenta e corre ao caixa …