Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2013

ORAÇÕES DE HOJE

Oração do ciclista carioca:
Oh Pai, no momento de perigo, livra-nos desse THORmento.

Oração do produtor paulistano:
Oh,Gil,enrRUGAIna cadeia.

FOTOGRAFIA BALSENSE

Há algum tempo tenho um sonho de fazer circular fotografias antigas que mostrassem a história do município de BALSAS. Acredito que muitas famílias tradicionais da cidade detém em seu poder uma grande quantidade do acervo  cultural que trata da saga desse povo sertanejo do Sul do Maranhão. São fotos antigas que contam o dia-a-dia das famílias, comércio, vestuários, arquitetura, medicina, música, literatura, cozinha, enfim, os que representam esse povo maravilhoso: o balsense. Para isso, solicito o apoio de todos, sem exceção, ricos e pobres, brancos e negros, para que cooperem nesse mister, principalmente digitalizando essas fotografias e enviá-las para o email  balsense@hotmail.com, com um breve histórico e a permissão para publicação neste Blog a fim de divulgar ainda mais as belezas da história desse povo.


CARNAVAL EM BALSAS NOS ANOS 70

Domingo de Carnaval. Hoje o bicho pega. O bicho pegou mesmo quando me lembrei dos carnavais da cidade de Balsas-MA dos anos 60/70 e início dos anos 80. Do carnaval dos anos 60 ficou gravado pouca coisa, porém me lembro muito bem dos músicos que animavam as marchinhas nas ruas esburacadas da cidade. Tudo era muito interessante. Nas ruas passavam os músicos tocando as marchinhas e acompanhando um bloco vestido de roupas esquisitas e com máscaras cobrindo o rosto: eram os "fofões". Sim, eram os fofões que causavam medo, as vezes até pavor nas crianças. Nos anos 70 o carnaval teve um significado maior para mim. Foi a época de frequentar o Clube Recreativo Balsense. Lá, aconteciam os bailes carnavalescos para a "gurizada" à tarde. Á noite, os adultos, fantasiados, giravam no meio do Clube como gira uma "carrapeta". O engraçado é que giravam todos no sentido anti-horário, talvez para evitar os "encontrões" que nem sempre eram evitados. Os filhos dos …